terça-feira, 17 de agosto de 2010

Se meus conselhos fossem bons, eu os venderia. Breve introdução.

Bom, fui solicitado para ser o assessor para assuntos aleatórios deste próximo de medíocre blog. Mesmo porque não existe uma faq de mulherzinhas sem uma parte contrária para responder as asked questions. Obviamente, o limitado entendimento de 007project (que, apesar do nick, nunca deve ter visto um único filme do 007 – não admira estar solteira) e de sua mentora concubina lesbo-gótica Russa Malvada (b.k.a ************ [information not approved]) sobre lo que pasa nessa esterqueira que chamamos de “cérebro masculino” fez com que eu fosse, portanto, admitido como participante eventual desta bagaça.

Mais obviamente ainda, 99,9% das pessoas que lêem o blog são conhecidos de longa data, o que não me impede, obviamente, de considerar o 0,1% de oportunidade de estar me apresentando a alguma gatinha-provável-futura-peguete. Pois, sigo: satanista, niilista, chauvinista, machista, heterossexual convicto com senso estético, misantropo, moreno alto, bonito e sensual (ok, controvérsia existe em todos os setores e assuntos desse mundão véi sem porteira), trabalho mais que consigo pra ganhar menos que preciso pra sustentar meus pequenos vícios, 7 gatos e minha senhora. Sim, sustentar minha senhora, de acordo com o que meus bisavós ensinaram pros meus avós, que ensinaram pros meus pais, que me tiraram de cabeça enquanto puderam pra evitá-la - a catástrofe da vida a dois.

Mas eu estava falando sobre mim (suck my ego!) – apreciador de cerveja, carne de porco, computadores, músicas bregas, muscle cars da década de 70, cinema testosterona, gatinhos peludos e assentos de privada fofinhos (um dia vou discorrer sobre o que leva uma mulher a escolher um assento de 300 reais pra decorar o banheiro se ele não é almofadado). Ah, e eu sou absurdamente tosco. É bom comentar isso, se não eventualmente alguém pode se sentir ofendido. Não é pra se sentir eventualmente, meu intuito é sempre a ofensa gratuita e a execração pública. Morra.

Meus tópicos abordarão, num futuro não muito distante, as grandes questões da vida e as grandes verdades por detrás (ui!). Seguem as idéias para debate prévio:

- por que silicone é bom de ver e ruim de pegar;

- as causas genéticas de um homem não conseguir assistir Sex and the City ou a saga Crepúsculo;

- a conspiração para a retirada de circulação do Jornal das Moças, baluarte dos valores familiares entre os anos 10 e 60;

- o código subliminar que existe em todos os equipamentos eletrônicos que impede que o cérebro feminino consiga operá-los;

- por que Nova, Marie-Claire, Contigo, Tititi, este blog e outras ferramentas voltadas à informação feminina são ferramentas do demônio - dentre outros, obviamente;

- se um pato tem duas patas, por que um homem não pode ter duas mulheres;

- por que qualquer homem trocaria 20 pontos do seu QI por mais 5cm no próprio pau (no meu caso, já que é pra ter os dois sobrando, preferiria mais sobra em outro lugar)

- por que pole dances, strip-teases e coprofilia só devem ser feitos por profissionais. Complementando, atm’s, dp’s, bj’s e bdsm também.

- mamãe, o que significam essas siglas?

É isso. Pra começar já tem assunto demais. Não me mandem perguntas, eu consigo ler as suas mentes.

Se você, leitora gostosa, quiser participar da promoção que já é um sucesso – Bronha do Mês – mande uma foto sua pelada para alofaq@gmail.com, com o assunto “Promoção Bate Uma pra Mim”.

Rapidim tô de volta. Hasta.

11 comentários:

A menina que sonha acordada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pable Picasse disse...

Caro novo amiguinho. Encontrei no seu texto diversos traços de metrossexualismo:
1 - Que texto longo é esse? Quase um TL;DR.
2 - 7 gatos? Tá brincando, né? Sua senhora é sua esposa ou a sua avó?
3 - Músicas bregas? Achei que homem só ia à "Eu não presto..." pra pegar as mulheres que gostam de música brega.
4 - (ui!)? Hahaha!
Bom, seu texto é grade e acho que 4 razões já são um bom começo na jornada pro vale das bonecas.

Saudações e seja bem vindo.

Tábata disse...

Achei q o resultado da enquete tinha sido: "homens pra que?"
kkkkkkkkkkkkkk....
contudo seja bem vindo

Marcus Xavier disse...

pontuando:
Pablo Picasse - vc tem um fino tato para identificar travestis, realmente. Deveria investir na sua carreira. Metrossexual vc vai ver no dia que eu botar meu meio metro no seu orifício sexual. Aí o "ui" vai fazer sentido.

Tábata - Só lamento. Não vivemos em uma democracia. Eu também concordo com as pseudo-feministas, não preciso de homem.

Ambas as duas - obrigado pelas boas vindas. Vocês realmente mudaram minha vida, melhoraram meu astral, acenderam as luzes no caminho pra Zezus. Ou não.

Russa Malvada disse...

meu deus, nunca imaginei q um dia concordaria tanto o Pablo Picasso...

céus, onde esse FAQ vai parar?

Lulis disse...

Aaah queridinho, tosco mas nem tanto né..grosseiro (ui!) até com as boas vindas?!! E realmente o texto ficou longo...pra quê tanta explicação de quem é você?! Aliás, quem é você?!!
Comentários provocantes à parte..sou nova por aqui, indicação de uma amiga estilo "presente de grego"..mas adorei!

Russa Malvada disse...

com o tempo ele aprende q o q a mulher gosta q seja grande não é a explanação da vida alheia...

tadinho do rapaz... mal estreio no FAQ já tá levando sabatinada... #muahaha

007 project disse...

pois é... eu ia editar o texto agora à noite, mas como ele já estava postado, não o farei mais.

perdeu playboy. quem toma cortada minhaa não esquece jamais [se bem q sou contra cortada incestuosa].

PS: nos próximos, vamos postar uma fota sua.

Pablo Picasso disse...

Ô Marquinho,

quem é mais gay, quem chuta ou quem defende? Nada de chegar esse meio metro de maria mole perto dos meus orifícios.

Hahahaha!

Marcus Xavier disse...

Jovens,
só lamento. Lambam sabão pelo tio aqui. Pontuo:
- se o texto tá grande, não leia. Garanto que não faz falta nenhuma pra vida de ninguém.
- se a informação tá em excesso, esqueça. Garanto que todo mundo consegue.
- se o português tá ruim, converse com um braçal na rua e volte pra ler depois. E lembre-se que seu presidente é um braçal da rua.
- não fui grosseiro com as boas vindas. Aliás, não fui grosseiro ainda. Como dizia uma amiga minha, não sei ser sincero, só sei ser franco.
- Não alimentarei amores platônicos. Pablo, me esqueça. muahaha.

augusto disse...

calma, gente! o cara é engenheiro...

vocês realmente esperavam mais?