quinta-feira, 5 de agosto de 2010

20 maneiras de não enlouquecer sem um homem na cama [parte 1]

Ah! As revistas femininas. Como me esbaldo na contemplação de suas capas reluzentes nas bancas. Elas fazem minha vida sexual de jovenzinha solteira parecer Bis de laranja perto de uma caixa transbordando After Eights [cadê o recheio? cadê aquela fresca e leve sensação de ardor da menta?]

Quando paro frente às bancas e vejo aquelas milhares de dicas de sexo, invejo as senhorinhas casadas, mães de dois filhos, mulheres de um engenheiro bem-sucedido ou de um advogado de carreira [E eu aqui nesse mundinho besta, meu deus, entre um jornalista fazendo hora daqui, um músico dali...].

Elas que consomem essas revistas. Elas que se consomem na cama comprando champanha pra receber o hominho ou planejando viagens exóticas a roteiros paradisíacos [ou seria melhor afrodisíacos?]. Mas esqueçamos esse mundo caliente do pós-casamento e da necessidade de reconquistar seu hominho a cada dia pra não perdê-lo para as putas.

Pensemos no cotidiano prosaico daquelas cujo problema está longe de ser o matrimônio a ser mantido. Daquelas cujo buraco, bem mais embaixo, é a falta de hominho na cama [pra quem hominho em casa é como peru de natal: a gente só prova uma vez por ano e quando aparece ainda não é lá bem um peru, é um genérico desses meio sem suculência].

Este post em vários capítulos é para você, para mim, para todas nós, moçoilas solteiras que batalham dia a dia pra por o pão que o diabo amassou em casa e que, quando abrem a porta do apê, nem o capeta está lá pra dar um abraço. É para dar paz ao espírito e calor ao coração nesses tempos de escassez sexual.

Dica 1 :: Podia ser pior: podia ser um hominho brocha --e, convenhamos, melhor sozinha e na paz de deus que com um senhor desarmado justo naquele dia que você já estava com as mãos ao alto pra ser assaltada.

Dica 2 :: Venda sua cama. Dormindo no sofá você sempre terá em mente primeiro o problema da falta de cama --e só depois o da falta de hominhos.

Dica 3 :: Lembre-se da última vez em que sua cama foi povoada por um ser humano do sexo masculino. Ok, ok... o cachorro não conta... Muito difícil? Então passemos pra próxima dica...

Dica 4 :: Assista dr. House diariamente mentalizando: o House é um tesãozinho, mas o hominho pra casar é o dr. Wilson.

Dica 5 :: Assista dr. House diariamente mentalizando: o House tem mais de quarenta anos... ele não dá mais no coro assim.

4 comentários:

Rafa disse...

Bem legal o blog de vcs, concordo e assino embaixo!

Marcus Xavier disse...

pqp, mas que ode ao desespero, hein?
Vc conhece algum engenheiro bem sucedido? muahahahaha...

007 project disse...

marcus diógenes xavier costa júnior, não entendi sia piada.

rafa, sede bem vindo.

007 project disse...

aliás, rafa, sede bem vindA [ah! as drogas noturnas...]